29 de setembro de 2008

Mensagem




"Essa certeza só acontece uma vez na vida" As pontes de Madison

Minhas mãos se renderam e as tuas se tornaram minhas algemas. É, correntes amarradas ao redor do meu pulso, da minha canela e de repente eu me tornei presa a ti por uma vontade própria. Uma vontade minha, desejo louco meu.
Eu , logo eu tive que engolir minhas palavras e me juntar a ti e acordar e perceber que entre nós há muita coisa que não se vê.

São anos e milênios de encontros e desencontros? Um casualmente florescendo no caminho do outro como uma parada obrigatória e reconfortante? Talvez, apenas divagações, possibilidades. Mensagem muda do acaso. Mensagem muda de nossos corpos. É um encontro inusitado esse nosso, difícil saber quem é o senhor de quem. Quem se traduz nas palavras do outro. Quem é o código e quem é o decifrador. Papel mútuo no qual naturalmente nos revesamos.
Braços, pernas , pêlos e saliva. Sal é o da pele e calor das tuas costelas encostadas sutilmente nas minhas. Será amor?! É sim, sim. Dança de corpos, olhos fixos e só nós dois existimos. As buzinas param, os passos cessam e o tempo pára numa vontade louca de nos espiar pela fechadura da porta. Somos sim, especiais. Cravo e canela. Uma coisa que pulsa e pula aqui dentro. Mesmo na fragilidade do meu corpo pequeno há espaço para você, você cabe em mim e isso não é mágico? Você é o lugar mais bonito onde eu já pude estar. Ahh! quantas vezes eu já te disse isso, por mensagens cifradas é verdade. Já me recostei em ti e me dispus a tua sombra. Encosta aqui, traz teu ouvido e encosta em mim. Ele vai ouvir, meu amor tudo que canta aqui dentro, a festa do meu ser quando o teu é refúgio. É tudo mensagem.



Ananda Sampaio***

2 comentários:

Luciana disse...

Eita Filho de sorte!
Linda mensagem, Ananda...

=*

Filho disse...

só posso dizer-te uma coisa: Eu te amo!!
obrigado por existir em minha vida...
um bjo amor.