23 de maio de 2008

Todo grande amor



Todo grande amor é doído...sempre deixa o coração partido. Todo grande amor tem que ter uma canção, um perfume e um lugar. Todo grande amor é grande demais pra caber apenas dentro de quem o sente, tem que ser dividido entre dois corações. Todo grande amor tem um milhão de partidas e também um milhão de retornos. Todo grande amor tem que ser vivido e mesmo que os corpos se separem, os corações sempre estarão conectados de alguma forma.

Um grande amor não é pra ser pensado calculado é pra ser vivido e espetacularmente intenso.Todo grande amor daria um livro, um dicionário cheio de verbetes pra traduzirem emoções. Todo grande amor só se faz grande com lágrimas e risos.Todo grande amor é triste e insustentávelmente alegre.

Todo grande amor é preto e branco, mas pode por alguns momentos colorir-se...todo grande amor tem gosto de mel e fel, se destrói e se completa.Todo grande amor é pungente, ferida aberta, coração na ponta da boca. Toda grande amor é bem maior do que eu sugiro.


Ananda Sampaio


Um comentário:

luciana disse...

Ananda rpz, tu é foda, cara!
Me identifiquei mto com todas as tuas palavras.

Te amo
=*