12 de dezembro de 2011

Dos sentimentos desavisados.


Lancei em tuas mãos meu mundo. E você dirá que isso não combina comigo...  Que não sou dessas mulheres que se entregam tão facilmente, sou osso duro. Dentes cerrados, gosto de contar e calcular onde me cabe e até onde tenho fôlego pra ir. Não me jogo no abismo antes de calcular propositadamente seu efeito.

Mas, é verdade. Eu te dei muito mais do previ, muito mais do que realmente quis. Eu te dei o meu abraço mais sincero, o beijo de olhos fechados, as mãos limpas e claras como uma manhã de domingo. E dei sem preconceito, sem dissimulações. Dei e dou porque quero. Porque meus desejos extravasaram o conteúdo do meu ser e eu me diluí em você. E hoje somos um só.

Dá pra ver? Sei que está óbvio e até na íris do meu olho é teu reflexo que enxergo. E sou hoje uma química alterada. Porque do que colore minha alma boa parte é feita da tua substância – dos teus sorrisos de lua, dos teus olhos de sol...

Dos teus beijos de mar, que me balança e inebria como se o mundo só existisse para nós nos encontrarmos nele. E os planetas que nos regem dançam para nos embalarem. E somos frutos do queremos ser um para o outro. Somos soma perfeita de um cálculo cheio de equívocos. E jamais seremos breve...

Sempre haverá mais um capítulo e diga meu amor que jamais cerraremos nossas bocas em silêncios doloridos. E que sobre meu rosto pousarão eternamente teus beijos. E teus olhos se apertarão continuamente num sorriso pra mim.

Ananda Sampaio***

4 comentários:

Cynthia Osório disse...

"Somos soma perfeita de um cálculo cheio de equívocos. E jamais seremos breve..."
Substancial, esse trecho em especial, cheio de desavisos! Lindo texto!

iuli disse...

Belas palavras, moça!

CYWMARA WADISQUY disse...

ownt...E ESSES SENTIMENTOS QUE NOS PEGA DE JEITO HEIN...ai ai ai belo texto, belo amor que te deixa assim...ATORMENTADA MAS APAIXONANTE :D

XEROOO LINDA

Anônimo disse...

"I was alone then you arose
Your smell of herbs was like a dope

Your words are songs for me
My soul born again for you..."

(Moonshine - Gram)

Amo você!

Filho