7 de agosto de 2012

Corre Criança!



Aproveita criança, anda dá tempo. Pisa teus pés no chão e flutua em nuvens de algodão.

 Afinal, a vida está deslanchando a tua frente e você não pode perder tempo. Não queira crescer, jamais estique o corpo para ser mais levada a sério. Não se preocupa, seriedade é um café pequeno, amargo, feio e frio. Toma suco de laranja bem doce e sente descer por tua garganta o néctar gelado da vida sem limite. Corre, pula, salta. 

De cabelos desgrenhados, roupa manchada de água sanitária. Faz teus amigos, todos são teus amigos. A linguagem é fácil, as mãos são gentis e os sorrisos sinceros.

Não te preocupa com a hora, com o jornal na TV. A vida por enquanto gira em círculos e não em linha reta. Aproveita teu pai e tua mãe, tu nunca mais os verás como os enxerga agora. Ser feliz é comer algodão doce, andar de bicicleta e talvez a chuva venha pra te beijar.

Abraça teus avós e escuta o que eles têm pra te contar, essas histórias no futuro te farão falta. Aproveita tua saúde e energia e te fantasia do que quiseres – pra ti tudo ainda é possível e nada há de acabar tão cedo.
Talvez, de olhos fechados consiga sentir a vida sob teus pés suplicando para que seja vivida. Não queiras saber de números agora, ainda não é hora do acerto de contas. 

Aproveita e abraça os dias como se fosse teu lençol. Não desperdiça nada – desfrute até a última migalha. Pode ser que ao abrir teus olhos tudo já tenha passado e a sensação é que foi cedo demais.

Ananda Sampaio**

Nenhum comentário: